Você está Pronto para o IPv6?

Por Ednei Pacheco em 10/04/2017.
O principal motivo para a implantação do IPv6 na Internet é a necessidade de mais endereços, porque a disponibilidade de endereços livres IPv4 terminou e novos produtos e serviços de Internet precisam adotar o IPv6 para poderem existir.

“No dia 15 de fevereiro de 2017, o LACNIC e o Registro.br, anunciaram o fim da fase 2 do esgotamento de endereços na América Latina e Caribe. A partir de então, somente novos membros (novas empresas que não receberam nenhuma alocação prévia do LACNIC ou Registro.br) poderão solicitar, apenas uma vez, uma alocação de tamanho máximo /22 e mínimo de /24.”
Fonte: http://ipv6.br/post/entrevista-registro-br/

Não é novidade para ninguém que o sistema de endereçamento baseado no protocolo IP versão 4 não atende mais as necessidades das infraestruturas de redes modernas, tal como a conhecemos. E o seu substituto natural será o IPv6, um sistema de endereçamento que promete comportar até 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 IDs!

A pergunta é: você está pronto para o IPv6?

Veja, algumas estatísticas interessantes:

  • Até o final de 2018, não haverá mais faixas de endereçamento IPv4 disponíveis.
  • Sem endereços IPs, não será possível a conexão de novos hosts na Internet. E com a expansão de tablets e smartphones (os quais requerem um IP público), o esgotamento de IPs tende a acelerar.
  • Com a expansão da Internet das Coisas, todos os dispositivos eletrônicos necessitarão de um endereço IP. Calcula-se que teremos aproximadamente 50 bilhões de dispositivos até 2020.
  • Nesta nova era da Internet das Coisas, muitos hosts precisarão de uma conexão fim-a-fim para garantir maior segurança, o que não é possível no IPv4 em vista de algumas limitações do NAT.
  • O IPv6 foi projetado levando-se em consideração a natureza móvel dos tablets e smartphones, os quais frequentemente trocam de redes 3G/4G devido a sua localização.
  • Os roteadores trabalham de forma mais eficiente com o IPv6, em vista do mecanismo adicionado para que as estações realizem a fragmentação do pacote antes de transmiti-lo na rede.
  • No IPv6, a criptografia é habilitada obrigatoriamente através do protocolo IPSec.

Então, o que está esperando?